Publicado em Deixe um comentário

Pride Month

 

Todos os anos, no mês de Junho celebra-se o Pride Mounth. Neste mês comemoramos a auto-afirmação, dignidade, igualdade e maior visibilidade das pessoas lésbicas, gays, bissexuais e transgéneros. A celebração que durou um mês recebeu o nome “Pride” (orgulho) para encorajar esse sentimento à medida que a comunidade se reúne para celebrar e reforçar os movimentos de direitos LGBTQ+.

 

Como começou

A 28 de Junho de 1969 iniciaram-se os motins de Stonewall, onde a comunidade queer respondeu a uma rusga policial que começou no Stonewall Inn, um bar localizado no bairro de Greenwich Village em Manhattan, Nova Iorque, que serviu de porto seguro para a comunidade gay, lésbica e transexual da cidade.

Na altura, os actos homossexuais eram considerados ilegais em quase todos os estados, e os bares e restaurantes enfrentavam o encerramento por terem empregados homossexuais ou por servirem clientes homossexuais. Enquanto a polícia invadia estabelecimentos gay, membros da comunidade LGBTQ+ decidiram ripostar, desencadeando uma revolta que lançou uma nova era de resistência que mais tarde se transformou numa celebração.

Mark Segal uma das pessoas LGBTQ+ estava nos arredores de Stonewall Inn, onde estava a ser tomada uma posição contra a última rusga da polícia a um dos poucos espaços seguros da comunidade para se reunir em Nova Iorque. A mulher transexual e activista Marsha P. Johnson apanhou um tijolo e atirou-o em fúria, dando início ao movimento de direitos LGBTQ+.

“Naquela noite de Junho em 1969, sentimos a raiva da polícia”, disse Segal, uma vez que “Pride” se tornou um forte símbolo de que estas celebrações começaram como um protesto.

“Estávamos furiosos porque 2.000 anos de repressão se acumularam em nós. Quando o Departamento de Polícia de Nova Iorque, naquela noite, entrou violentamente em Stonewall e bateram e extorquiram dinheiro às pessoas, enfureceram-nos”, continuou Segal.

“E foi nessa noite que dissemos à polícia: ‘Estamos a recuperar a nossa rua. Este é o nosso bairro. Já não nos vão controlar. Já não nos vão dominar. Vamos criar a nossa identidade. Vamos criar uma comunidade onde não nos permitiriam ter comunidade'”, disse Segal.

 

Porquê Junho?

A 28 de Junho de 1970, no primeiro aniversário dos motins de Stonewall, muitos activistas gays organizaram a Marcha de Libertação, em Nova Iorque, para encerrar a primeira Semana Pride da cidade. Várias centenas de pessoas começaram a marchar pela 6ª Avenida, em direcção ao Central Park. O desfile acabou por se prolongar por 15 quarteirões da cidade e contou com milhares de apoiantes.

 

Origem da Bandeira do Arco-íris

A bandeira arco-íris foi popularizada como um símbolo da comunidade gay pelo artista Gilbert Baker em 1978. As cores têm significado e também refletem a diversidade da comunidade LGBT e o espectro da sexualidade humana e do género. Existem várias outras bandeiras na comunidade LGBTQ+, incluindo a bandeira transexual, e a bandeira pansexual.