Mulheres fazem história nos Grammys 2021

Taylor Swift venceu o prestigiado “Álbum do Ano” e tornou-se a 1ª mulher a ganhar a categoria por 3 vezes. Beyoncé é agora a mulher mais premiada em 62 anos de Grammys.

Mulheres fazem história  nos Grammys 2021

A cerimônia da 63ª edição do Grammy foi marcada por grandes vitórias femininas. A cantora Beyoncé quebrou recordes e quatro outras mulheres venceram nas categorias mais prestigiadas da premiação: Taylor Swift, Billie Eilish, Megan The Stallion e H.E.R.

Beyoncé levou quatro troféus para casa, tornando-se a artista mulher a receber mais prémios na história do evento: 28 no total.

Taylor Swift, de 31 anos, foi a vencedora na categoria Álbum do Ano, por Folklore (um disco gravado durante a quarentena forçada), tornando-se a primeira intérprete feminina a ganhar nesta categoria por três vezes — igualou os feitos de Frank Sinatra, Stevie Wonder e Paul Simon.

Billie Eilish ganhou na Gravação do Ano, com Everything I Wanted, repetindo a sua conquista de 2020 na mesma categoria.

O tema I can’t breathe valeu a H.E.R. (nome artístico da californiana Gabriella Sarmiento Wilson) o prémio para a Canção do Ano.

Meghan Thee Stallion, de 26 anos, recebeu o Grammy de Revelação do Ano, tornando-se a primeira artista de rap a triunfar nesta categoria desde Lauryn Hill, em 1999.

HERSTORY Makes History 18, Março 2021